“Uma palmada ou um castigo dado no momento certo é tudo o que uma criança precisa!” Você concorda?

IMG_20180327_152758_282

Depois de alguns anos de experiência no meu trabalho com crianças e adolescentes, muitos anos de estudo, e finalmente a experiência mais rica dentre todas que a maternidade me proporcionou…..consegui realmente embasar a minha opinião sobre esse assunto tão polêmico.

É fato que a curto ou a médio prazo, esse tipo de estratégia pode até funcionar. A crianças passará a obedecer na base do medo. Eu entendo que o objetivo em educar uma criança é fazer com que ela compreenda a regra e consiga aplicá-la. Crianças aprendem a partir do nosso exemplo e do vínculo que possuem conosco (pais, educadores e cuidadores). A aprendizagem da criança é mais significativa quando a envolvemos e quando esta conhece as consequências das suas ações e decisões. Dessa forma ela consegue tornar-se responsável pelo seu comportamento e pela sua escolha. E SIM, uma criança de 2 anos, por exemplo, também consegue compreender as situações e consequências de suas escolhas. Você só precisa ENSINÁ-LA. Consequências educam para a responsabilidade e para a felicidade e não precisamos fazer uma criança sofrer pra conseguirmos alcançar isso. E quando eu falo de CONSEQUÊNCIAS DE ESCOLHAS, eu estou falando nas CONSEQUÊNCIAS NATURAIS. Quando uma criança quebrar um brinquedo, quando você a alertou que jogar ele no chão o quebraria, FICAR SEM O BRINQUEDO É A CONSEQUÊNCIA NATURAL DA ESCOLHA DELA em jogá-lo no chão. Colocá-la sentada no sofá por 5 minutos em nada tem a ver com o brinquedo quebrado. Esse tipo de estratégia não promove aprendizagem, é simples.

Existem várias razões que explicam os motivos de uma criança obedecer seus pais e de não obedecer. E essas razões em nada tem a ver com autoridade e sim com o sentimento de LEGITIMIDADE  que mora no pai e na mãe enquanto exercem sua função parental. Pais e Mães precisam SE AUTORIZAR a exercer seu papel e ter CONSCIÊNCIA dele. Se você diz que seu filho não pode assistir televisão até meia noite e ele se frustra por isso….você precisa TER CONSCIÊNCIA DA RAZÃO QUE NÃO PERMITE ELE ASSITIR TELEVISÃO ATÉ TARDE para que ele consiga equilibrar a frustração por não ter conseguido realizar o que queria com a SUA AJUDA. Autoridade parental tem a ver com o quanto seus filhos cooperam com você e não o quanto você manda e eles obedecem. E crianças e adolescente só cooperam se sentirem CONECTADOS. O vínculo parental é a questão mais importante quando se fala de obediência e cooperação. Afeto em pouco tem a ver com dizer “eu te amo” e “abraçar”….tem a ver com respeito, com ouvir a criança e o quanto ela se sente importante na vida dos pais.

Quando se ensina amor, respeito e LIMITES CLAROS estamos ensinando boas competências relacionais e respeito pelos outros. Isso resultado em adultos com um bom caráter e responsabilidade. Crianças que são educadas dessa forma, repetirão esse tipo de comportamento ao longo da sua vida e se afastarão de pessoas que não a tratem da mesma maneira.

 

Ana Flora Medeiros

Acolhedora de Pais

Psicóloga

Especialista em Neuropsicologia

Mestranda em Psicologia do Desenvolvimento

 

EzyWatermark18032702090636

Assine meu PODCAST e ouça conteúdos sobre disciplina positiva e desenvolvimento infantil, clicando AQUI

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close