Por que não devemos dizer às crianças que estamos tristes com elas o tempo inteiro?

 

EzyWatermark18032503430939

 

Dizer às crianças que estamos tristes com elas, quando na verdade não estamos tristes e sim apenas querendo ter controle de comportamentos inadequados é uma forma de chantagem emocional que pode ser prejudicial no processo de educação das crianças. E saber por que? Dizer aos nossos filhos o que fazer, como fazer e ameaçá-los se eles não fizerem, ou usarmos nossos sentimentos como forma de fazerem sentirem-se culpados, imediatamente minimiza a capacidades deles tomarem decisões. A chantagem emocional com crianças é uma forma de manipulação que as deixa sem escolha. Vão nos obedecer, provavelmente. Mas essa estratégia cedo ou tarde vai deixar de ser eficaz e muito dificilmente vai terminar causando algum tipo de sentimento positivo, fazendo a criança se sentir confusa e insegura.

Você deve sim dizer a seu filho ou filha que ficou triste, QUANDO REALMENTE ESTIVER. Quando a intenção for somente querer que as crianças sejam obedientes, trata-se apenas de manipulação. E ninguém gosta de ser manipulado, certo? Assim, eles podem sentir a presença das pessoas que os chantageiam como uma ameaça, como pessoas com quem eles não querem estar porque não os fazem sentir bem. Neste sentido, muitas pessoas usam chantagem emocional com as crianças como modo de obter sinais de carinho, o que não é coerente. Além disso, elas vão logo aprender a usá-la para a sua vantagem, pois compreendem que é uma estratégia válida, porque é utilizada com eles por pessoas que os querem bem. Por isso, vai ser muito difícil que estabeleçam relações que não sejam superficiais ou instrumentais.

Quando um comportamento não é adequado a melhor forma de extinguir esse comportamento é explicar a razão do mesmo ser inadequado. Oferecer opções, negociar e ouvir o que as crianças têm a dizer são também alternativas que podemos usar ao invés de chantagens emocionais e ameaças.

Quer receber áudios semanais sobre disciplina positiva pelo whatsapp? Me envia mensagem no número +351 920 529 197 e eu te cadastro na lista de transmissão.

 

Ana Flora Medeiros

Acolhedora de Pais

Educadora Parental

Psicóloga

Especialista em Neuropsicologia

Mestranda em Psicologia do Desenvolvimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close